Júlia Adele Dutra Olivier
Assessora de comunicação e estudante de jornalismo

17 de junho de 2021

Na atualidade o uso das mídias sociais é indispensável para qualquer empresa, influenciador e até mesmo para o terceiro setor (as ONGs). Isso acontece, porque são nelas que se concentram o público-alvo, as relações e, principalmente, ferramentas para engajar as ações e projetos que possa alcançar mais pessoas.

De acordo com a pesquisa realizada pela Agência We Are Social, em parceria com a plataforma de mídia Hootsuite, as redes sociais mais usadas no Brasil em 2019 foram, respectivamente, YouTube, Facebook, WhatApp e Instagram.

O FACILITADOR:

A visibilidade que a internet dá as instituições sem fins lucrativos e sua pluralidade de recursos nas ferramentas que podem ajudar na propaganda dos projetos institucionais são muito positivas. Com o uso adequado a internet pode fomentar a captação de recursos, a obtenção de mão de obra voluntariada e doações.

As redes sociais possuem, também, o papel de facilitar a comunicação entre a organização e a sociedade, podendo assim ser mais ampliada a divulgação de seus projetos e os objetivos para serem alcançados.

Para que esses benefícios da internet sejam realizados, é importante que a instituição possua um setor destinado para a comunicação, tanto interna quanto externa, partindo para as mídias sociais.

COMO TER UMA BOA IMAGEM DIGITAL:

Investir em voluntários com capacidade para planejar um marketing digital, com boa comunicação e artes bem elaboradas. Apesar disso, o mais importante é o conteúdo abordado; é necessário que tenha a ver com os objetivos da ONG, trazer informações relevantes e dicas para o seu público-alvo, assim como entretenimento também. Dessa forma, será cultivado uma conexão com os seguidores da página.

Divulgar os projetos são de extrema importância para que a sociedade conheça o trabalho fornecido pela instituição, como também uma forma de arrecadar o necessário para a realização dos mesmos.

Ter uma boa relação com os seguidores e se mostrar presente na hora de passar as informações solicitadas faz com que as pessoas confiem na instituição e demonstrará mais apoio durante os projetos.

  • Humanização:

Humanizar a marca significa trazer a instituição para mais perto da sociedade, fazer com que o seu público sinta que está lidando com uma pessoa ou grupo de pessoas e não com robôs.

Há quatro formas de humanizar a sua mídia social, são elas: comunicação na linguagem do público, se for um público mais jovem ou mais maduro faz com que a linguagem entre eles mude; engajamento com as pautas sociais, falar das causas ambientais, LGBTQI+ e várias outras, além de mostrar apoio para com os mesmos; mostrar um lado mais engraçado, como gincanas, memes ou até mesmo lives para descontrair; mostrar os voluntários que estão engajados na organização.

  • Marketing inovador:

Criar a identidade visual da instituição é a peça-chave para um marketing digital bem elaborado; pois com uma seleção de cores e artes que conversam entre si cria uma forma de identificação da ONG em qualquer meio que seja vinculado.

Além da identidade visual, como já foi dito, é importante destacar que o conteúdo tem que ter relevância para o público que deseja atingir, trazer informações verídicas e transparentes, dicas para o dia a dia e conteúdos de entretenimento que sejam de interesse para o seu público.

Manter a frequência dos posts na medida certa não deixará o seu público se cansar das informações e não esquecerão da sua página.

  • Boa relação com os seguidores:

As mídias sociais são os mecanismos de relação mais próximo que existem para a instituição ter com a sociedade, então, manter contato é importante para que seja eficaz a comunicação entre ambas. Com isso, responder as mensagens, atender as solicitações e tirar dúvidas faz com que a relação seja mais próxima e respeitosa.

INSPIRAÇÃO:

Há muitos canais de ONGs bem elaborados nas mídias sociais, aqui vamos listar alguns para inspiração e que seguem em média os tópicos abordados aqui.

Assine nossa newsletter

Inscreva-se e receba mensalmente as novidades, projetos e processo de recrutamento do nosso núcleo.

Somos um núcleo pleno do:

divinopolis@esf-brasil.org