Júlia Adele Dutra Olivier
Assessora de comunicação e estudante de jornalismo

13 de janeiro de 2022

As ONGs só conseguem financiar suas iniciativas e projetos com as ajudas voluntárias e das doações. Porém, muitas vezes, quem observa de fora pode se perguntar o porquê investir na Organização do Terceiro Setor, afinal, ao ver alguns resultados, tende a acreditar que tudo vai bem e que essas entidades já contam com os recursos e suportes necessários.

No entanto, o Terceiro Setor sempre precisa de ajuda, pois são muitos projetos que não conseguem o financiamento total e acabam não sendo executado ou não é expandido para impactar mais vidas.

Como funciona uma ONG

Uma Organização do Terceiro Setor funciona como uma empresa, com a grande diferença de não visar lucro. Um exemplo é o Engenheiros Sem Fronteiras que é composto por setores Geral, Comunicação Financeiro, Projetos, Gestão de Pessoas e Qualidade, e cada setor tem suas funções e seus voluntários que fazem as engrenagens rodar.

E como qualquer empresa, a ONG também precisa de financiamento e de parcerias para conseguir desenvolver seus projetos. Há diversas Organizações em segmentos diferentes com ações para combater as alterações humanas ao meio ambiente, lutas pelas causas de um povo, movimentos em prol de uma classe minoritária, ou até mesmo ONGs que usam uma área do conhecimento para impulsionar a sociedade como é o caso do ESF que utiliza as ferramentas da engenharia para desenvolver os projetos e impactar mais vidas.

As ONGs trabalham para aumentar a eficiência das políticas públicas e inovar nas soluções, otimizando seus resultados. Elas ajudam a criar e desenvolver redes de conhecimento e de ação. Com flexibilidade e dinamismo, é mais fácil trocar informações e buscar parceiras entre aqueles que buscam o mesmo propósito.

Existem centenas de milhares de fundações e associações sem fins lucrativos no Brasil, entre organizações que são braços assistenciais de empresas, instituições comunitárias e outras totalmente independentes.  Os movimentos sociais também são numerosos e englobam diversas associações de classe, muitas ainda atuando informalmente. Em um cenário tão diversificado, apontar para um papel central de todas as ONGs é um desafio.

Os motivos para investir em uma ong

Há muitos motivos para você ajudar e investir em uma Organização Não Governamental, mas as principais delas são:

  • As entidades precisam da solidariedade cidadã para conseguir ajudar a sociedade mais vulnerável;
  • São com as doações que novos projetos são implementados e expandidos para alcançar o máximo de pessoas;
  • As ONGs são organizações que conseguem se mobilizar em situações de emergência, como desastres naturais;
  • Dependendo do seguimento da fundação, alguns projetos e ações conseguem atingir entidades públicas que fazem a diferença nas leis e nos investimentos governamentais;
  • As causas que são acolhidas pelas instituições possuem muita solidariedade e voluntariado para conseguir manter as pessoas em vulnerabilidade social sempre amparadas.

Portanto, a ajuda da sociedade é um papel fundamental. Duas formas de ajudar uma ONG são:

Doação monetária:

As entidades precisam de dinheiro para custear as despesas das atividades de seus projetos sociais. Assim, é muito importante a ajuda financeira* da sociedade.

*Pode-se destinar até 3% do imposto de renda a pagar ou a restituir para entidades sociais. A Receita Federal do Brasil (RFB) oferece um guia com as informações para quem quer aproveitar essa oportunidade para ser solidário.

Doação de mantimentos:

Há algumas Organizações que ajudam famílias de renda baixa com cestas básicas. Saber quais ajudam esses familiares e conhecer os pontos de coleta deles, pode ajudar a expandir a quantidade de famílias que são amparadas por essas instituições.

como escolher uma ong para doar

Quando você encontra um propósito de ajuda que vá ao encontro daquilo que acredita, sua participação é uma maneira de dizer a eles que aquela causa é válida e que estão no caminho certo.

Além disso, há a sensação de dever cumprido, pois, ainda que não participe fisicamente, sua doação é um dos motivos que permite com que inúmeras pessoas continuem a receber ajuda. Com isso, você também passa a fazer parte da mudança na vida delas.

E saber escolher a ONG que irá ajudar influencia muito, pois como já foi dito anteriormente, há diversas organizações com seguimentos diferentes. Então, é importante escolher uma causa que abrace aquilo que você acredita.

Além disso, para garantir que seu investimento será bem aproveitado, você deve buscar informações sobre a entidade, verificando seu histórico, credibilidade, projetos já realizados ou em andamento etc. É indicado também verificar se a prestação de contas está disponível para quem quiser verificar.

Esses cuidados ajudam a investir em ONGs confiáveis e que realmente trabalham para em prol de um mundo melhor.

fontes

Assine nossa newsletter

Inscreva-se e receba mensalmente as novidades, projetos e processo de recrutamento do nosso núcleo.

Somos um núcleo pleno do

divinopolis@esf-brasil.org