Comunidade sustentável -Esgotamento sanitário-

COMUNIDADE SUSTENTÁVEL
-ESGOTAMENTO SANITÁRIO-

O projeto Comunidade Sustentável busca analisar e implementar práticas mais sustentáveis no dia a dia das comunidades de forma que não altere o modo de vida cotidiana de seus habitantes. Tendo em vista a ausência de políticas públicas, as comunidades rurais convivem com um abastecimento de água ineficaz ou mesmo inexistente.

Em visita a comunidade escolhida, foram identificados vários problemas, entre eles a falta de água contínua e de um sistema de esgotamento sanitário, a contaminação do lençol freático e a degradação da área de preservação permanente.

Então, para a realização desse projeto, foi feita uma pesquisa pelos membros do Engenheiros Sem Fronteiras Divinópolis, juntamente com a Secretaria Municipal de Agricultura, com o objetivo de selecionar em qual comunidade seria implementado o projeto Comunidade Sustentável. Com isso, ficou definido que a que mais atendia aos critérios pré-definidos era a comunidade rural de Branquinhos.

Os projetos propostos a serem trabalhados pelo apoio da UEMG – Unidade de Divinópolis foram: Horta Agroecológica; Esgotamento Sanitário e Captação de Água Pluvial e pelo polo do Pitágoras – Unidade de Divinópolis foram: Recuperação de Áreas de Preservação Permanente (APP), Aquecedor Solar de Baixo Custo e Abastecimento de Água.

O projeto da “Comunidade Sustentável” se diferencia pelo fato de haver envolvimento, preocupação com os resultados e planejamento das ações de ambos os lados, ou seja, da comunidade e do ESF. Essa interação dupla é relevante e de benefício mútuo, pois ao ajudar a comunidade a melhorar sua qualidade de vida e a preservar o ambiente ali existente, o núcleo adquiriu uma experiência sem igual.

Assim sendo, a ideia do projeto vem de modo a comprovar que a responsabilidade ambiental que cada um de nós possui quando utilizada de modo amplo pode gerar desenvolvimento e impacto positivo no cenário ambiental.

NOSSOS RESULTADOS:

05/03/2015

Data de início;

01/02/2016

Data de conclusão;

50

Membros participantes;

250

Pessoas impactadas diretamente;

600

Pessoas impactadas indiretamente;

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) alcançados:

1- Erradicação da pobreza;

2- Fome zero e agricultura sustentável;

3- Saúde e bem-estar;

6- Água potável e saneamento;

7- Energia limpa e acessível;

8- Trabalho decente e crescimento econômico;

11- Cidades e comunidades sustentáveis;

12- Consumo e produção responsável;

O projeto ganhou em 1º lugar no Congresso Nacional como projeto destaque em 2015. Houve reconhecimento da mídia local: G1; Portal Gerais;